Baratonta | Page 261
Vitor Correia
13 de novembro de 2014

Abby Landy mora em Sidney, na Austrália, e com 23 anos foi diagnosticada com AIDS. A transmissão ocorreu da forma mais sinistra possível, confira abaixo…





Em 2012, com 23 anos, Abby conheceu um homem na Austrália e os dois tiveram um relacionamento rápido e tórrido, após duas semanas, Abby resolveu terminar, e justificou dizendo que “simplesmente não queria mais”. O homem insistiu, mas Abby refutou todas as tentativas dele de continuarem o relacionamento, mas ela preferiu não continuar…


Após perceber que não conseguiria mais nada, o homem enviou um SMS sinistro dizendo: “Você vai se lembrar de mim para sempre!”. Inicialmente sua rotina não mudou muito, mas ela ficou desconfiada quando teve uma herpes labial muito forte, ela se consultou com uma médica e pediu um exame de HIV, apesar da doutora dizer que não era necessário, para Abby, o jeito foi conhecer outras mulheres portadoras do vírus e tentar descobrir tudo que pudesse sobre a doença.


Dias depois veio o resultado positivo e ela entendeu o tom de ameaça da mensagem do sujeito, ele havia transmitido a doença a ela propositalmente. Ela conta que pouca coisa mudou em sua rotina, como precisar tomar dois comprimidos todos os dias. A infecção de Abby ocorreu em um momento particularmente complicado na Austrália, que vive um pico de infecções da doença nos últimos cinco anos. Como resultado de sua busca, ela se tornou uma ativista da comunidade portadora de HIV. Abby também ajudou a produzir um documentário que conta a história da infecção dela. O documentário, chamado “Transmission: Journey from AIDS to HIV“, será lançado em 19 de novembro, na Austrália.
Vitor Correia
12 de novembro de 2014

O artista Thomas Leveritt instalou uma câmera e um monitor em um parque para mostrar às pessoas como a pele fica sob luz ultravioleta. Isso é “como o sol te vê”. As sardas e marcas de idade são os ainda-não-visíveis resultados da exposição constante ao sol.

A mágica real (e ciência!) desse vídeo acontece quando vemos o efeito do protetor solar sob luzes UV. Como um campo de força visível, essa é uma impressionante demonstração da importância de se usar protetor solar diariamente. Clique em “continue lendo” para ver o vídeo.





Mas protetor solar é mais do que isso. É uma defesa crítica contra o câncer de pele, que faz mais vítimas todos os anos. Vamos lá, pessoal! Compartilhem saúde com seus amigos.

Ainda tem mais posts de hoje, passe de página...